Alguns homens fazem um corte no espaço, Zizinho é um corte no tempo. Apesar de ter passado uns anos fora na juventude, conhece este lugar a 80 anos. É uma perspectiva muito diferente da minha e provavelmente também da sua.

Ele já pescou embarcado do Cabo de Sao Tome, quase no Espírito Santo, até Florianópolis, mas escolheu voltar para ficar onde nasceu. Apesar de ter mais de 80 anos Zizinho ainda é bem ativo.

Quem passa hoje aqui pelo Mamanguá não tem como adivinhar que a 70 anos estes morros eram tomados por fazendas e boa parte desta mata não existia… isso me dá alguma esperança, nos faz pensar que a mancha que criamos não é irreversível